Tudo 'num' só


Depois de achar que tinha passado pelas mais bizarras formas de destrato. De acreditar que nada mais a surpreenderia, um fato, fez cair por terra todas as certezas e convicções acerca disto. As razões as quais desencadearam tais atitudes permanecem no silêncio, o mesmo que se fez com a voz dela, o grito que implodiu estourando diversos vasos sanguíneos formando chagas indolores em sua pele. A dor não é física, embora sentisse como se estivesse com um machado cravado em suas costas, formando um peso tão grande, quase capaz de deixá-la ali envergada como o menino Benjamin. É como uma onda circundante que se alastra deixando-a abalada, é na alma, é ela que se sente corroída. Bem se sabe que as dores tomem elas as formas, gosto e cheiro que possam, não duram eternamente, o que não mata, nos fortalece. São as máscaras que não se sustentam por muito tempo –felizmente. Nem se tenciona estabelecer um discurso maniqueísta em torno do bem e do mal, mas ao que parece a guerra foi declarada, mas nunca ouvi, li ou vi em qualquer lugar sobre o triunfo do mal. E se hoje me perguntarem o que é ser bom ou mal, a resposta está aqui na ponta da língua. Ser bom é trazer a consciência limpa, leve, livre da culpa da causa do sofrimento alheio. Alguns simplesmente não se importam, outros sim, existem os que fingem não serem tocados pelo sentimento de humanidade, e ainda aqueles que resumem tudo num só ser, que prefere a autoflagelação esquecendo que sempre se pode ser melhor do que é. Nada disso ou daquilo faz parte dela, nem aquele ser. Não se mutila, ou venda seus olhos com uma nuvem derrotista, não olha para trás com mágoas, olha adiante com esperança de dias em que momentos assim serão apenas sombras lamentáveis de um passado distante. Ser cruel nem de longe assombra a sua existência. Tudo fora um infeliz contratempo, mais uma barreira a ser transposta – e será.



"...Vou consertar a minha asa quebrada

e descansar"

6 comentários:

Tangerine disse...

Os aliados estão chegando com suas luzes... e no final, o bem triunfará =D

Van-nessa disse...

e os anjos estão vindo de 'far, far away', hein?! =D
abre a janela pra teu jardim!!!

Diéssica disse...

Me faltam palavras Brisa, para classificar e elogiar a sua escrita. Me falta também a coragem para te abraçar e te acalmar e dizer que tudo ficará bem..

Raquel disse...

Porque nós sabemos,quem semeia vento,colhe tempestade! E no fim das contas o arco-íris estara bem ali,de frente a sua Janela!
...E ter amigos Bons e sinceros,fará com que o- enxergue mais rápido!
^^

CLAUDIA MAGNÓLIA disse...

Muito lindo, como vc!

Beijos

ericson disse...

vida é cheia de obrigações que a gente cumpre por mais vontade que tenha de as infringir deslavadamente.

massa o texto =]

Postar um comentário

Copyright @ *Jai Guru Deva... Om... | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger